Saturno Wins

by The Cigarettes

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.
    Purchasable with gift card

      name your price

     

1.
I think about you all the time I guess I'm gonna lose my mind on you again I guess I'm losing it last time we talk was yesterday I thought about what you might say when we were getting somehow closer I think I'll love you till I die even if you make me cry with your indifference sometimes I wonder if we ever come to meet again Oh I don't know Why it has to be so hard to see Oh I don't know You tell me that you need me I would change my life for you rigth away If I ever have to tell you just one thing You know what I'll do I'll do anything for you I'll tell you I love you
2.
03:08
you gotta start somewhere no matter when or how life is life in the fast lane and before you realize you have 60 years behind your back you better have done something good with all this time you had cos' where you are now now you can't come back and you can't get too far you're approaching the end and it feels like tomorrow
3.
02:06
the lights and the rush make you feel so fine but it's never enough and you almost die so many times, so many times
4.
still have the same way to look at you still have the same way to look at you when you smile I can see the whole universe In me shining bright but I can't fall apart once again crying for love once again no I can't fall apart once again just for your smile once again when I see you again I'll try to get your kiss when I see you again I won't hesitate to be the closest to you as close as you'll let me be when I see you again we'll see
5.
03:10
I wish I was there I wish I was there to save you I wish I could save myself from what I can't see I wish I could sing you a song right now I wish you were here with me maybe I should leave this place maybe I should be with you
6.
04:31
queria namorar Simone de Beauvoir viver como ela e Sartre num eterno filme noir não vou te procurar não vou pensar em você mais não eu já te esqueci são só uns versos na mão quando se diz adeus não há mais o que chorar quando se diz adeus só o tempo pra curar queria namorar Simone de Beauvoir viver como ela e Sartre num pequeno boudoir me enredei na sua teia seu canto de sereia
7.
where you wanna go with these: "I'm writing songs I'm less than no one I'm lonely sad and blue" I wanna go where the road starts to roll where the oceans will flow where the colors will turn to you always you
8.
03:54
long ago an angel came to you and told you everything you need to know to live after that he just makes you forget and then you born as life goes on you will remember everything the angel said to you a long long time ago before you born at the very last moment before you leave this body you'll realize what the angel said to you was nothing but the meaning of life I'm still learning to live I'm still yearning to see a few landscapes corrupt me for good a few landscapes I construct them for you but now I can see through the clouds above me a rich, enjoyable, colourful painting of glee mixed with passion for the smaller things that I cannot see like the atoms and beyond them there are spins among so many other things I'm still learning to live I'm still yearning to see
9.
02:53
this impossible crush is killing me it's been three years now since I was starting to see your face all around me your voice in my ears ...is killing me but it feels so great to think of you even though you never really knew that you're way out of my league ...is killing me got all the feelings for you you make my heart goes boom you make the world collapses but I don't stand a chance so what are these things that I see what are these things in my dream what is just everything that connects you to me cos' you're like the sun you're like the sunflower of my dream you're like the sunflower of my dream you're like the sunflower of my dream you're like
10.
se eu pular você me pega? você me pega? se eu não aguentar o tempo todo você também carrega? se eu dormir você me acorda pra eu não perder a hora da festa? se eu me exceder você me escoa você me seca? se eu me abrir você promete que não me fecha? não quero mais jogar prefiro dançar e te chamo para ser meu par não sei que passo faço pra não tropeçar não quero passo em falso quero só...

about

SPOTIFY: goo.gl/1UtNAV

Em “Sob o Signo de Saturno”, a ensaísta norte-americana Susan Sontag apresenta um retrato superficial do filósofo judeu alemão Walter Benjamin:

“Era o que os franceses chamam 'un triste'. Na juventude, parecia marcado por uma “profunda tristeza”, escreveu Scholem. Considerava-se um indivíduo melancólico, desdenhando os modernos rótulos psicológicos, e invocava a astrologia tradicional: ‘Nasci sob o signo de Saturno o astro de revolução mais lenta, o planeta dos desvios e das dilações...’.”

De percurso trágico e fim prematuro, sua descrição se encaixaria de forma fluida na figura de Marcelo Colares, personagem à frente dos Cigarettes e que há mais de duas décadas mistura música, desencanto e ainda alguma alegria. Após cruzar a faixa etária dos quarenta, Colares lança agora “Saturno Wins”.

Sempre à margem de qualquer cena, indiferente até mesmo às tendências do chamado indie brasileiro, o The Cigarettes chega ao sétimo álbum de uma carreira pouco convencional, marcada por breves silêncios e pela famigerada independência. O primeiro lançamento em 1994, uma fita k7 duplicada manualmente, chamava-se “Foolish Things & Blah Blah Blah”. Já nesse último trabalho, arrisca-se em temas e formatos pouco ou nada explorados ao longo de sua trajetória, imprimindo um tom de quase sobriedade às novas músicas.

Uma das duas faixas em português dessa última safra de canções, “Boudoir”, traz o lirismo do Cigarettes revestido com uma roupagem surrealista onde são inseridos nomes e elementos de um suposto universo cult: “Queria namorar Simone de Beauvoir/ Viver como ela e Sartre num eterno filme noir”. Mais à frente percebe-se que era tudo pretexto para o exorcismo de mais uma desilusão: “Me enredei na sua teia/Seu canto de sereia”. A outra letra na língua materna, a de “Comunhão de Bens”, é da compositora e cantora paulista Laura Wrona, de quem Marcelo já havia gravado “Mantra da Espera”, registrada em “The Waste Land” de 2015.

Certamente esse é o disco em que Colares está mais exposto. As guitarras barulhentas, espécie de marca da banda, e sempre um refúgio para eventuais deficiências vocais, aqui estão fora de cena. Dominado pelo arquétipo voz e violão, “Saturno” acaba por alçar a interpretação ao primeiro plano. Nesse movimento, as fragilidades ganham evidência, com o efeito paradoxal de transformá-las em potência.

O velho caleidoscópio sonoro de influências que vão do indie ao classic rock compõe a paleta saturnina do Cigarettes. No emaranhado de cores, é possível até auscultar alguns suspiros de MPB. Das tinturas místicas de “Jewish Tale” (At the very last moment/ Before you leave this body/You’ll realize what the angel said to you) à luminescência de “Sunflower” (Cos’ you like the sun/ you like the sunflower of my dream), o disco percorre lentamente possibilidades, tentativas e limitações. Para os afeitos à astrologia, as correlações e paralelos com aspectos associados ao astro do título estão por toda parte. Há também um componente hippie que se conecta ao abandono dos momentos mais febris de, por exemplo, um Radiohead. A pegada folk-reflexiva aliada a alguns arroubos de saturação sugerem a desaceleração como única saída, ainda que sem destino certo.

Nessa era onde prevalecem o cinismo e o déficit de atenção, é provável que “Saturno Wins” não encontre muitos ouvidos receptivos: trata-se de um disco para se ouvir com calma e sem pressa. Coisas que parecem pertencer cada vez mais a um outro tempo, que não sabemos se já acabou ou se ainda vai começar.

credits

released November 10, 2017

Gravado e produzido em julho de 2016 por Bruna Buzollo no Laboratório 96 em Uberaba, MG. Mixado por Eduardo Ramos. Masterizado por Alan Douches nos estúdios West West Side Music, New Windsor, NY.

Todas as músicas são de Marcelo Colares, exceto "Comunhão de Bens" de Laura Wrona.

Marcelo Colares: Violão e voz (todas as músicas), Baixo (3), (5), (8); Bruna Buzollo: Bateria (8), Voz (6), (7); Letícia Bernardi: Bateria (3), (5); Eduardo Ramos: Teclado (4).

Foto da capa por Amauri (behance.net/amaurisouza)

Agradecimentos especiais a Bruna Buzollo, Letícia Rezende, Letícia Bernardi, Eduardo Ramos, Rodrigo Lariú e Eduardo Vasconcelos.

MAIS INFORMAÇÕES
database.fm/cigarettes

LINKS
facebook.com/cigarettesbr
facebook.com/pugrecords
instagram.com/pugrecords
instagram.com/cigarettesbr
soundcloud.com/pugrecords

license

all rights reserved

tags

about

Pug Records Brazil

try this at home

contact / help

Contact Pug Records

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this album or account

If you like Saturno Wins, you may also like: